18 de ago de 2012

TRABALHO COLETIVO – Jogo cooperativo


Brincando com o barbante
Público alvo, alunos de pré-escola à 4ºAno.

**Objetivos: a dinâmica é uma ótima oportunidade para você observar melhor o comportamento da turma.
- Desenvolver a criatividade, socialização, Coor. Motora Ampla / Fina, Percepção Espacial;

**Local: a brincadeira pode acontecer na classe ou no pátio, dependendo do tamanho da turma.
**Material: bastam um rolo de barbante e uma tesoura sem ponta.

**Desenvolvimento: Forme com os alunos uma grande roda e, em seguida, cada criança mede três palmos do cordão, corta para si e passa o rolo adiante. Sugira que cada um brinque com o seu pedacinho de barbante.
Balançando o cordão no ar ou formando uma bolinha com ele, por exemplo, as crianças podem perceber sua textura, flexibilidade e versatilidade. Depois, toda a turma, incluindo o professor, cria no chão um desenho com o seu pedaço de barbante.
- Prontas às obras, o grupo analisa figura por figura. Comentários e interpretações são muito bem-vindos, expressão verbal.
- Após percorrer toda a exposição, cada um desfaz o seu desenho e amarra, ponta com ponta, seu barbante ao dos vizinhos.
- Abaixados, ao redor desse grande círculo feito de cordão, as crianças devem criar uma única figura.
- Proponha que refaçam juntos, alguns dos desenhos feitos individualmente. No final, em círculo, a turma conversa sobre o que cada um sentiu no decorrer da brincadeira.
- Enquanto as crianças escolhem juntas qual o desenho irão fazer e colocam a ideia em prática, o professor aproveitará para observá-las. Nessa fase da brincadeira surgem muitas ideias e cada aluno quer falar mais alto que o colega.
Alguns buscam argumentos para as suas sugestões, outros ficam chateados, debocham da situação, ameaçam abandonar a roda e, às vezes, cumprem a palavra.
- O professor deve ficar atento ao comportamento da turma durante esses momentos de tensão. Eles serão produtivos se você abandonar sua posição de coordenador e deixar o grupo resolver seus impasses, ainda que a solução encontrada não seja, na sua opinião, a melhor.

**Conclusão**
Por meio desse jogo, os alunos tomam consciência de seu potencial criativo e se familiarizam com as atividades em equipe.
É muito interessante repetir a brincadeira com a mesma classe semanas depois. É hora de comparar os processos de criação com o barbante, avaliando a evolução do grupo diante de um trabalho coletivo.


0 comentários:

Postar um comentário