13 de mar de 2012

EDUCAÇÃO AFETIVA – A Professora com Carinho!


O AMOR PELA PROFESSORA AJUDA O ALUNO A VIRAR ESTUDANTE

A professora é a referência máxima na vida escolar da criança. Nos anos iniciais é o alvo do carinho dos pequenos. A situação é conhecida e desejável, pois facilita o envolvimento do aluno com a vida escolar e consequentemente, o aprendizado.

A passagem da escola infantil para a fundamental causa muito impacto nos pequenos. As mudanças no ambiente físico, exigências intelectuais e atitudes receptivas da professora, isto torna a criança um pouco carente e insegura. No primeiro e segundo ano, a criança ainda tem pouca autonomia, precisando assim do apoio dos pais e da atenção da professora para amadurecer e aprender a ser um estudante.
Por isso, nos anos iniciais o educador tem de levar em conta o afeto infantil, muitas das vezes os pequenos precisam se aproximar da professora até fisicamente. Podemos observar nos corredores da escola as crianças se certificando da relação com a professora o tempo todo, por exemplo, se passarem dez vezes pela professora, fora da sala de aula, dez vezes eles vão cumprimentá-la, sem levar em conta a disputa para pegar na mão da professora na hora da fila. Você já deve ter visto cenas assim, acontece que as necessidades afetivas que são levadas em consideração na Educação Infantil, meio que de forma brusca, deixam transparecer um certo desinteresse ou esquecimento quanto as questões afetivas na passagem para o Ensino Fundamental.
Essa foi uma observação feita por mim e minhas colegas de Educação Infantil, Marilda e Marisa, em comum acordo, e achei interessante trazer para o Jogos e Brincadeiras Carmenlandia 
para a análise de outras professoras.


                                                                        Professora Carminha.

0 comentários:

Postar um comentário