29 de fev de 2012


ATIVIDADES / BRINCADEIRAS / JOGOS
* Estabelecer regras juntamente com as crianças sobre o que podem ou não fazer combinados e colocar num mural na sala para serem lembrados através da pseudo-leitura.
* Sob o comando do professor, movimentar diversas partes do corpo: braço, perna, cabeça, etc.
* Realizar tarefas como: rolar no chão, subir e descer escadas, saltar obstáculos – caixas, pedaços de madeira, pneus,etc.
* Jogar bola, rolar pneus e arcos, montar e desmontar objetos, jogos de encaixe, fazer pares de objetos: latas e tampas, caixas e tampas, lápis e borracha, garfo e colher, meias e sapatos, etc.
* Conversar com os coleguinhas, contando sobre os acontecimentos vividos no dia-a-dia, casos e histórias ouvidas em casa dos pais e avós.
* Hora do brinquedo - trazer de casa alguns brinquedos, estes serão espalhados pela sala para brincarem à vontade.
* Sucateando – com materiais de sucata trazidos pelo professor e alunos: caixas diversas, potes de plástico, latas diversas, tampinhas, copos de iogurte, botões, palitos de picolé, de fósforo. Brincar livremente com estes materiais e depois o professor pede que organizem à vontade por cores, tamanhos, tipos iguais – contar, distribuir e agrupar objetos.
* Fazer jogos com os crachás dos nomes.
* Folhear revistas e livros para nomear figuras, personagens, descrever gravuras e contar histórias.
* Recontar pequenas histórias ou noticia que viu na TV.
* Ouvir histórias, comentar a parte que mais gostou, fazer dramatizações com máscaras, fantoches, mímicas, imitar vozes de personagens e de animais.
* Fazer pinturas a dedo, com pinceis grandes, rolos, esponjas, escovas, cotonetes, etc.
* Fazer colagem com papel rasgado (folhas de jornal, revistas, papel fantasia, de seda, crepom e outros).
* Sucateando – construir com material de sucata: animais, bonecos casinhas, objetos, etc.
* Fazer colagem com retalhos de tecido, sementes, lã, algodão, etc.
* Com massinha de modelar caseira, criar formas à vontade. A massa de modelar pode ser feita com as crianças utilizando farinha de trigo, água e pó de Q Suco, é bem interessante para os pequenos fazerem esta experiência da mistura dos ingredientes, a professora trás pronta a massinha feita em casa ou pode preparar na frente deles tomando os cuidados necessários.
Receita: MASSA DE MODELAR – esta receita pode ficar na geladeira em potes bem fechados:
1 colher de azeite
2 colheres de sal
1 xícara de água fervente
2 xícaras de farinha de trigo
Para dar cor pode ser anilina, guache ou corante vegetal.

* Brincar com argila, criando formas e deixar secar. Depois pintar com guache.
* Brincar de teatrinho usando roupas, calçados, bolsas e outros objetos de adultos, deixe que criem situações como: compras, visitas, conversas ao telefone e representações do cotidiano.
* Deixar que a criança expresse livremente ou faça reescrita de histórias ou parlendas (a criança escreve de acordo com o seu nível de escrita).
* Fazer o contorno com giz colorido ou giz de cera em papel pardo e pregar na parede da sala. A criança escreve o seu nome no seu retrato – de acordo com o nível ou a professora escreve o nome.
* Expressar os sentimentos e emoções através da pintura, modelagem, desenho, etc.
* Desenvolver a criatividade (inventando histórias, dramatizando, fazendo construções, pintando, desenhando, dançando, cantando).
* Transmitir recados simples.
* Conversar com outras crianças e adultos.
* Emprestar seus brinquedos e materiais.
* Ajudar na rotina diária da turma.

VEJA JOGOS E BRINCADEIRAS NO LINK ABAIXO
Brincadeiras para o Maternal


ATIVIDADES / BRINCADEIRAS / JOGOS
Além das atividades sugeridas para o maternal acrescentar:

- Fazer a lista dos combinados com os alunos. Estabelecer as regras de conduta com os alunos na sala de aula (o que pode ou não fazer), fazer uma lista e pregar na sala de aula.
- Mostrar gravuras, fotografias, pedindo que criem histórias.
- Sucateando - colocar várias sucatas para que agrupem conforme suas semelhanças, características (classificação).
- Pedir que descrevam situações vividas pelas crianças.
- Construir objetos, animais, robôs com caixas de papelão de diversos tamanhos: grandes, médias e pequenas.
- Desenhar no chão com lápis de cera, giz colorido em papel pardo. Depois, pregar na parede como mural.
- Cantar fazendo mímicas, fazendo imitações.
- Ensinar regras e jogar com os alunos: dominós, jogo da memória, bingo dos nomes. 

- Ouvir histórias e recontar do seu modo.
- Identificar sua ficha ou crachá entre as fichas dos colegas.
- Rasgar ou recortar de revistas ou jornais palavras que comecem iguais à inicial do nome.
- Escrita do nome ou montagem do mesmo através do alfabeto móvel.
- Montar objetos ou figuras, pedindo o nome, para que servem e mostrar no alfabeto móvel a inicial do objeto mostrado.
- Fazer um relax, estender colchonetes ou toalhas no chão para ouvirem música ou histórias em CD. Recomendo esta atividade após o recreio ou lanche de casa.
- Desenvolver a iniciativa e a independência da criança propondo atividades ou brincadeiras que possam ser realizadas pela turma.


ATIVIDADES / BRINCADEIRAS / JOGOS
Dar atividades das etapas anteriores e acrescentar:

# Deixar que manuseiem a vontade livros, revistas, jornais, revistas em quadrinhos e enciclopédias, para que explorem e descubram a sua funcionalidade.
# Pedir para cada criança falar seu nome completo, endereço, bairro, telefone.
# Pedir que a criança relate em ordem cronológica acontecimentos do dia-a-dia.
# Deixar que criem figuras com colagem utilizando-se de revistas, papéis diversos, cola e tesoura – atividade espontânea sem sugestão do professor.
# Pedir para repetir pequenos travalínguas.
# Memorizar parlendas ou quadrinhas para recitar para turma.
# Jogos e brincadeiras envolvendo Esquema Corporal, as Percepções, Coordenação Motora Ampla e Fina (Motricidade), Linguagem, Criatividade, Lazer.
# Trabalhar com gravuras ou objetos iguais para que comecem a verbalizar o plural.
# Fazer imitações com a ajuda de músicas infantis.
# Despertar motivação, para realizar atividades ou tarefas e a satisfação de conseguir realizá-las.
# Ajudar na organização da sala de aula.
# Cuidar dos materiais coletivos.
# Compartilhar responsabilidades com outras crianças em forma de rodízio.
O professor deve levar em conta que está preparando a criança para alfabetização, então, os jogos e brincadeiras do blog Carmenlandia dão subsidio para que a criança seja bem sucedida no ensino-aprendizagem. Proporcione aos seus aluninhos atividades agradáveis, que fazem bem para o seu desenvolvimento integral.


ATIVIDADES / BRINCADEIRAS / JOGOS
Além das atividades anteriores acrescentar:

  1. Utilizar-se de vários portadores de textos, ampliar o vocabulário dos alunos colocando nos mesmos palavras novas, mas dentro do contexto cultural.
  2. Dar para as crianças lerem histórias de fabulas, lendas, contos de fadas, etc. Depois, fazer a dramatização em grupos (reconto). Variação: criar um final diferente para a história.
  3. Sucateando – com sucatas trazidas para as crianças: - selecionar os materiais e fazer sequências do maior para o menor e vice-versa; - fazer agrupamentos pelas cores, formas, utilidades, características; - mostrar objetos iguais e diferentes, agrupar os iguais.
  4. Brincadeiras Simbólicas (faz-de-conta), desenvolvendo a imaginação. O professor organiza previamente caixas com vários objetos e roupas para as crianças as usarem em suas caracterizações.
  5. Incentivar através de gravuras e outras situações a criar pequenas frases, notícias, histórias (reconto).
  6. Estimular a comunicação verbal através de relatos de suas experiências pessoais e utilização de filminhos na TV-Sucata.
  7. Criar situações em que as crianças utilizem-se dos pronomes possessivos e demonstrativos.
  8. Estimular as crianças a trabalharem em duplas ou grupo.
  9. Confecção de álbuns com os alunos contendo gravuras ou desenho e escrita, por exemplo: animais, frutas, brinquedos, etc.
  10. Jogos em grupos – forca, caça-palavras, dominós, baralho – com letras do alfabeto, iniciais do nome, palavras conhecidas e numerais.
  11. Incentivar as crianças a criarem o seu próprio jogo e regras para os mesmos.
  12. Colocar na sala objetos de vários tamanhos, formas, texturas e instrumentos que produzem som, pedir para agruparem de acordo com as características comuns entre eles. Depois as crianças explicam o porquê da classificação.
  13. Proporcionar momentos de leitura para os alunos (professor leitor), por exemplo: Hora do Conto, Teatro de Fantoches com narrador, Leitura de Leite, filmes na TV-Sucata, etc.

24 de fev de 2012


A criança nesta fase está com a linguagem mais desenvolvida, é muito
curiosa, imaginativa e gosta dos jogos de faz-de-conta, sendo o mais
importante para a criança o jogo simbólico, brincadeira que usa a imaginação.

Os brinquedos indicados para entreter e estimular a criança nessa fase são:

JOGOS DE CONSTRUÇÃO – blocos lógicos, jogos de encaixe, jogos
de construções de madeira, etc. Através desses jogos a criança desenvolve
 o controle motor e a percepção espaço/temporal e o equilíbrio.
JOGOS PEDAGÓGICOS – memória com figuras, quebra-cabeça, dominós
 de figuras, letras ou números, etc. Estes estimulam o desenvolvimento cognitivo
e a compreensão das regras.
BRINQUEDOS FÍSICOS – triciclo, bicicleta, carrinho de rolimã, vai e vem,
 corda para pular, pião, bola, pipa, etc. São brinquedos que exigem a
participação física da criança.
SUCATA – caixas de papelão, sapatos e embalagens (vários tamanhos),
 rolos de papel toalha/higiênico, retalhos de tecido, tampas de garrafa, xampu,
 potes, etc. Aqui podemos destacar todo o tipo de objetos que perderam a utilidade
 (teclados de computador, telefones, celular, etc), esses materiais são importantíssimos
 para a brincadeira simbólica (faz-de-conta).   
FANTASIAS – roupas dos heróis, personagens dos contos de fada,
 roupas de adultos, etc. Essas fantasias são utilizadas na incorporação dos
papéis no jogo do faz-de-conta.
MINIATURAS – carrinhos, casinhas, bonecas, bonequinhos, utensílios
domésticos, ferramentas, etc. Esses brinquedos ajudam as crianças a
representar em suas brincadeiras os papéis sociais.

É impressionante ver uma criança brincando com uma tampa de xampu. A tampa se transforma para uma menina em um lindo estojo de maquiagem, e nas mãos de um menino a mesma tampa é transformada em um meio de comunicação do super-herói ou até mesmo em uma arma super-poderosa. O mundo da criança é brincar, pois é a sua linguagem própria na qual se expressa, desenvolve a inteligência, e de quebra, resolve conflitos.
Cabe aos pais e professores dos pequeninos o dever de ensiná-los a brincar. Não é necessário a criança ter um brinquedo de cada tipo dos citados acima, mas o essencial é a cesta de sucata e de fantasia, pois essas duas cestas fará com que a criança desenvolva o seu potencial criativo e  noções lógicas, que com certeza, utilizará por toda a sua vida.
Brincar faz bem ao coração, emoções e inteligência, para que no futuro a criança seja um adulto bem resolvido e feliz.

22 de fev de 2012


As dinâmicas de integração – são excelentes para os primeiros dias
 de aula e têm como finalidade:

- Apresentação dos participantes;
- Memorização dos respectivos nomes;
- Inicio de um relacionamento amistoso;
- Desfazer inibições;
- Expressar suas expectativas;


O JOGO DAS SAUDAÇÕES

OBJETIVO: Facilitar o entrosamento, despertar a cordialidade e espontaneidade;

* * Atividade inicial para promover aproximação entre os colegas, ou entre eles e crianças novas, no primeiro dia do ano em que se encontram.

** Como Jogar:
- Peça que todos se levantem e caminhem pelo espaço.
- Avise que você vai dar um sinal (palma ou apito) e, quando o ouvir, cada um deverá parar diante de um colega, trocar um olhar e acenar com um “tchauzinho”.
-Quem não conseguir um par para fazer isto irá sentar-se no chão.
- A brincadeira recomeça.
- Todos voltam a caminhar pelo espaço, pois ninguém fica de fora, neste jogo.
- Agora, regra é outra: ao ouvir o sinal, todos vão parar diante de duas pessoas (nenhuma pode ser a mesma de antes), trocar um olhar e perguntar os seus nomes.
- Quem não conseguir, vai sentar-se no chão.
- Agora, vamos parar e segurar a mão de três pessoas, que não sejam as mesmas das etapas anteriores.
- Em seguida, vamos dar um forte abraço em quatro pessoas...
- Para terminar, todos vão cumprimentar quem ainda não cumprimentaram e voltar aos seus lugares.

EU SOU... E VOCÊ, QUEM É?

**Formar uma roda, tomando o cuidado de verificar se todas as pessoas estão sendo vistas pelos demais colegas. **Combinar com o grupo para que lado a roda irá girar.
**O educador inicia a atividade se apresentando e passa para outro.
** Por exemplo: "Eu sou João, e você, quem é?" "Eu sou Márcia, e você, quem é?" "Eu sou Lívia, e você quem é?"
**A dinâmica pode ser feita com o grupo sentado sem a roda girar.

 ME APRESENTO:

MATERIAL: Objetos diversos (xale, óculos, chapéu, colares, boné, camisa, lenços, etc.)
# Propor aos participantes apresentarem-se, individualmente, de forma criativa.
# Deverá ser oferecido os objetos, para que eles possam criar um visual para se apresentar.


 ALÔ, ALÔ!

## Formar uma grande roda com todos os participantes e pedir que cada um se apresente de forma cantada com a seguinte frase: "Sou eu fulano, que vim para ficar; sou eu, fulano, que vim participar”.
## É importante que cada um fale o seu nome, pois este simples exercício trabalha a auto-estima.

 PROCURANDO  CORAÇÃO...

MATERIAL: Corações de cartolina cortados em duas partes de forma que uma delas se encaixe na outra. Cada coração só poderá encaixar em uma única metade.
*# Distribuir os corações já divididos de forma aleatória.
*# Ao ouvirem uma música caminhar pela sala em busca de seu par.
*# Quando todos encontrarem seus pares, o educador irá parar a música e os participantes conversam com seus pares.

 
ABRAÇANDO AMIGOS

** Formar uma grande roda.
** Colocar uma música agradável.
** Atenção à ordem dada para executá-la atentamente. Exemplo: "Abraço de três" e todos começam a se abraçar em grupo de três; "abraço de cinco", "abraço de um", "abraço de todos”. - É importante que o educador esteja atento para que todos participem.

 MINHAS FÉRIAS

# Com o grupo em círculo, o primeiro a participar começa com uma frase. Exemplo: "Durante minhas férias fui na praia"...
# O segundo continua: "Quando fui na praia fiz um passeio de barco. O seguinte dirá: "Quando estava no barco, fui”...
# Assim por diante até todos participarem.

 HISTÓRIA DOS PARTICIPANTES

*** Criação coletiva de uma história incluindo o nome de todos os participantes do grupo.
*** Dividir a turma em grupos de 5 ou mais componentes. Cada grupo cria a sua história para apresentar para os colegas.
*** Durante a narrativa, quando o nome de um participante for pronunciado, ele deve levantar-se, fazer um gesto e sentar-se de novo.



13 de fev de 2012


Nos primeiros dias é suficiente uma apresentação rápida e formal.
Essa rápida apresentação se faz necessária para partir para o conhecimento mútuo: fazer coisas juntos, brincar e jogar.
A professora deve aproveitar toda situação vivida pela turma como pretexto para conversa.

EXCURSÕES
* Familiaridade com o espaço da sala de aula: no primeiro dia de aula convide os alunos a passear pela sala e descobrir tudo que tem nela. Antes de o passeio combinar regras como: não fazer muito barulho e andar de vagar, sem pressa. Deixe as crianças que tem iniciativa que se movimentem sozinhas e acompanhe os mais tímidos.
-Depois do passeio fazer uma reflexão sobre o espaço em relação à quantia de pessoas e cada aluno vai ficar um pouquinho no lugar que mais gostou da sala de aula.
-Proponha aos alunos inventarem uma maneira de organizar o espaço de modo que todos possam sentar juntos para conversar. A criança participando ativamente da organização concreta do espaço comum estará sendo ativa na organização da turma. Encontrada a forma de se reunir, tenha uma conversa anima com os seus alunos.
- PERCEPÇÃO ESPACIAL - Questionar as crianças sobre: “Que lugares vocês acharam mais gostoso? Por quê? Onde fica? Perto de quê e longe de quê? Embaixo de quê e em cima de quê?”
- PERCEPÇÃO TEMPORAL – Faça novas perguntas: “Em que lugar você foi primeiro? E depois? E por último?
* Desde o primeiro dia, comece a construir com a criança as regras de convivência com a turma, faça as suas propostas e explique seus motivos, mas incentive para que elas dêem suas sugestões.

TURISMO NA ESCOLA
* Professor divide a turma em grupos; e em uma caixa preparada com antecedência fichas contendo a descrição de um local da escola, ex: lugar com prateleiras, livros, revistas...(biblioteca); colocar em uma caixa as fichas e organizar um sorteio;
* Cada grupo retira um papel e tenta adivinhar qual é o local descrito;
* Depois todos saem à procura do lugar descrito. Questionar: nome do funcionário responsável por este local e sua função.
* Na sala cada grupo expõem suas observações e desenham sobre o ambiente que visitou.

COMO É MEU COLEGA
* Cada aluno desenha em papel pardo o seu retrato, os colegas dizem as características do colega. Pendurar os retratos na sala de aula.
* Nos dias seguintes perguntar a turma quem é cada um do retrato, se o colega está na sala ganha uma salva de palmas.

MATERIAIS ESCOLARES
* O professor, com antecedência, esconde materiais escolares na sala de aula, enrolados em embrulho como: tesoura, lápis, tenaz, pincel, massa de modelar, tinta, etc.
* Os alunos em duplas irão procurar os materiais, o professor utiliza o código “quente”, “morno” e “frio”;
* Depois de encontrado todos os materiais, questionar que atividades podemos fazer com cada objeto; professor explica a função de cada um e mostra onde ficam guardados.

MEU NOME
* Crachás com o nome dos alunos;
* Em círculo procurar seu crachá, identificando a letra inicial.
* Quando todos encontrem o crachá, fazer um bate-papo animado sobre as preferências, ex: alimentos, brinquedos, lugares, etc.
* Agrupar os alunos de acordo com suas afinidades, eles desenham o que gostam e mostram para os colegas.
**********
Essas atividades são desenvolvidas com crianças da Pré-escola e Anos Iniciais (1º e 2º ano).



;;