15 de ago de 2011


PEZINHO - Região Sul e Sudeste

Ai bota aqui
Ai bota ali o seu pezinho
O seu pezinho bem juntinho com o meu.

Ai bota aqui
Ai bota ali o seu pezinho
O seu pezinho bem juntinho com o meu.

E depois não vá dizer
Que você se arrependeu
E depois não vá dizer
Que você já me esqueceu.


***      Alunos ficam em fileiras, frente a frente com seu par.
* Ai bota aqui; [colocar a ponta do pé direito para frente]
* Ai bota ali; [colocar a ponta do pé direito para trás]
* o seu pezinho; [bater 3x o pé direito ao lado do esquerdo]
* O seu pezinho; [colocar a ponta do pé esquerdo para frente]
* bem juntinho; [colocar a ponta do pé esquerdo para trás]
* como o meu; [bater 3x o pé esquerdo ao lado do direito]
* e depois não vá dizer; [os pares entrelaçam o braço direito e giram no sentido horário]
* que você se arrependeu; [os pares entrelaçam o braço esquerdo e giram no sentido anti-horário]
* e depois não vá dizer; [os pares encontram-se no meio e cumprimentam-se]
* que você já me esqueceu; [retornam aos seus lugares]

PEIXE VIVO - Região Sudeste e Centro-Oeste

Como pode um peixe vivo
Viver fora d’água fria
 Como pode um peixe vivo
Viver fora d’água fria.

Como poderei viver,
Como poderei viver
Sem a tua, sem a tua
Sem a tua companhia
Sem a tua, sem a tua
Sem a tua companhia.

Ø      Formar um círculo, frente voltada para centro;
* 1ª estrofe:
- Saltitar 4 tempos para o centro do círculo, com os braços elevados acima da cabeça e, abaixando os braços, retornar em 4 tempos;
* Refrão:
- De mãos dadas, rodar o círculo 4 passos para a direita, 4 passos para a esquerda. Andar dois passos para o centro e dois passos de volta ao lugar.

BALAIO – Região Sul...

Eu queria ser balaio
Balaio eu queria ser
Pra andar pendurado
Na cintura de você

[Balaio meu bem, balaio sinhá
Balaio do coração
Moça que não tem balaio sinhá
Bota a costura no chão.]2X Estribilho

 Mandei fazer um balaio
Pra guardar meu algodão
Balaio saiu pequeno
Não quero balaio não.

[Estribilho] ...


***      Formar 2 círculos concêntricos: cavalheiros no círculo de fora, aos pares com as damas, que devem ficar no círculo de dentro. Damas seguram as saias e cavalheiros ficam de mãos para trás.
* 1º estrofe:
- Damas e cavalheiros entrelaçam o braço direito e  giram no sentido horário;
- damas fazem o sarandeio;
- cavalheiros fazem o sapateio;
- damas e cavalheiros entrelaçam o braço esquerdo e  giram no sentido anti-horário.
* Estribilho – repetir:
- As damas fazem o sarandeio (passo no lugar, movimentando o tronco de um lado para o outro);
- os cavalheiros sapatearão marcando o ritmo;
- os passos são feitos no lugar.
* 2º estrofe:
- Damas, de mãos dadas, giram o círculo dando 4 passos para a direita e retornam 4 passos até seu parceiro.
- Cavalheiros giram o círculo dando 4 passos para a esquerda e retornam 4 passos até sua parceira.
* Estribilho:
- Os pares desmancham o círculo e formam uma coluna.
- cavalheiros seguram na cintura das damas e ambos vão se retirando do local.

0 comentários:

Postar um comentário