31 de jul de 2011


 CADÊ O TOUCINHO QUE ESTAVA AQUI? (Parlenda)

* Toca-se em cada dedo da criança, dizendo o nome popular de cada um: Mindinho, seu vizinho, pai - de - todos, fura-bolos e mata - piolho.
* Ou: "Este diz que quer pão. Este diz que não há. Este diz que furtará. Este diz "alto lá", Este diz que Deus dará.
* Em seguida, pega-se a mão da criança e, com a ponta do indicador pinicando-lhe a palma, pergunta-lhe:
- "Cadê o toucinho que estava aqui?"
Resposta: - Gato comeu.
E o diálogo prossegue:
 -Cadê o gato? -foi pro mato.
 -Cadê o mato? - Fogo queimou.
–Cadê o fogo? - Água apagou.
 -Cadê a água? - Boi bebeu.
 - Cadê o boi? - Foi carrear trigo.
- Cadê o trigo? - Galinha espalhou.
 - Cadê a galinha? - foi botar ovo. –
-Cadê o ovo? - Frade bebeu.
-Cadê o Frade/ - Foi rezar uma missa.
 - Cadê a missa?
* Nesse instante, a pessoa, usando os dedos médio e indicador, fará os dois supostos pesinhos que subiram pelo braço, até provocar cócegas debaixo do braço da criança: - "foi por aqui, aqui, aqui...ACHOU!"

VARIAÇÃO: Pega-se a mão da criança e fala: "Nessa mãozinha havia cinco pintinhos. Pega-se o dedo e diz:
- Um saiu por aqui" outro dedo: - "Outro por aqui". E assim por diante. Depois chega galinha, que são os dedos da pessoa ciscando a palma da criança:
 "- Cadê os meus pintinhos, cló, cló, cló?
 A pessoa vai procurando pelo braço acima, até fazer cócegas.

 CABRA-CEGA DE RODA

* Formação em circulo, um aluno de olhos vendados no centro com um objeto na mão (saco de farinha);
* Dialogo:
- Cabra cega?!
- Senhor.
- De onde vieste?
 - De traz da serra.
 - Que trouxeste?
 - Um saquinho de farinha.
 - Dá-me um bocadinho?
- Não chega pra mim mais minha velha.
* As crianças todas tentam beliscar o saquinho de farinha que a cabra-cega, de olhos vendados, no meio da roda, tem em uma das mãos; e ela tenta agarrar as que lhe aproximam. * A que se deixa prender, ou tocar, passa a ser a cabra-cega e a brincadeira recomeça.

 BOI TATÁ - CABEÇA PEGA O RABO

* Formar colunas de mais ou menos oito elementos, cada um segurando na cintura do companheiro da frente.
* O primeiro jogador tenta pegar o último da coluna, que procura se desviar para não ser pego. Se conseguir, o primeiro jogador da coluna troca de lugar com o último.

 FLORESTA DO LOBISOMEM 

* Traçar no chão um retângulo bem grande (sendo a floresta) ou marcar o espaço com 2 cordas compridas colocadas paralelas.                                                                                              * Dentro ficam três participantes que são os pegadores, fora ficam os demais, à vontade. Dado o sinal de início, os jogadores que estão fora tentam cruzar o retângulo, isto é, a "floresta", sem serem pegos.                                                                                                                                     * Os três jogadores de dentro tentam pegar os outros "forasteiros" que cruzam a floresta de um lado para o outro. Quem for preso, passa a ajudar os pegadores
.

 PULA CARNIÇA

* Consiste num alinhamento de crianças, em rápido deslocamento, uma a uma, pulando sobre as costas dos companheiros parados, curvados, apoiando as mãos nas coxas.
* Pulada a última carniça, o jogador corre e pára adiante, esperando que os demais saltem sobre ele.

 REINO DOS SACIS

* Num canto do terreno, marca-se o "palácio", onde fica um jogador, o "Saci-rei". Os demais "sacis" dispersam-se à vontade pelo campo.
* Ao sinal de início, os sacis dirigem-se, pulando num pé só, ao palácio real, para provocar o rei.
* De repente, este anuncia: "_O rei está zangado!", saindo a persegui-los, também aos pulos.
* O primeiro que ele pegar, nomeia seu "ajudante".
* A brincadeira recomeça, tal como antes, saindo agora os dois, após novo aviso, em perseguição aos demais e assim por diante.
* O último apanhado será o novo rei, na repetição do jogo.
OBS: Ninguém pode apoiar os dois pés no chão, sob pena de ser aprisionado, exceto nos seguintes casos:
a) quando o jogador estiver dentro do palácio;
 b) quando o jogador estiver cansado, devendo, porém, ficar parado num mesmo lugar, ocasião em que poderá ser apanhado.
O jogador aprisionado ficará dentro do palácio, até outro ser preso, só então podendo voltar ao lugar onde estava antes.

PEGADOR SÔ LOBO.

* Uma criança é escolhida para ser o lobo e se esconde.
* As demais dão as mãos e caminham em sua direção, enquanto cantam:_ Vamos passear na floresta, enquanto o sô lobo está aí? !
* Chegando perto da suposta casa, a criança que está fazendo o papel do sô lobo responde que ele está ocupado, tomando banho, enxugando-se, vestindo-se, como quiser inventar.
* As crianças se distanciam e depois voltam fazendo a mesma pergunta e recebendo respostas semelhantes.
* A brincadeira se repete até que, numa dada vez, sô lobo, já pronto, sem responder nada, sai correndo atrás das crianças.
* A que for pega, passa a ser o sô lobo na próxima vez.


FOLCLORE

Atividades de Alfabetização
Cruzadinhas
 Caça-palavras
Personagens
Jogos - 7 erros
  Quebra-cabeça
Parlendas
Artes

Para Brincadeiras clic no Link abaixo:
Brincadeiras de Sacis 

FOLCLORE, LENDAS E MITOS

POESIA (A.D)


Você sabe o que é folclore?


Você sabe o que é folclore?

Pois, agora, eu vou falar.

Tem a ver com a cultura

E tudo o que é popular.

As comidas e as artes

As histórias pra contar

Remédios, simpatias

E os brinquedos e o brincar.

Tem coisas maravilhosas

Que nem dá pra acreditar.

Os doces deliciosos

E as cantigas de ninar.

Que riqueza nos juntaram

Como os mais belos presentes

Belos e tão preciosos

Trouxeram-nos os imigrantes

E os afro-descendentes.

Podemos viajar nas asas da imaginação

Muito veio das colônias e também da imigração.


 
View more presentations or Upload your own.
Paródia (Melodia - Asa Branca)  

              FOLCLORE

Você sabe o que é folclore?
Vou lhe dar a explicação:
É tudo aquilo que vem do povo.
E nasce livre no coração.

Tem a lenda da mãe d'água
Tem a história do Saci
Do curupira, vitória-régia
E do caipora, jurupari.

Tem cantigas de criança
Tem modinha, tem lundus
Tem muito samba, baião e frevo
Cateretê e maracatu.
La, la, la, la, la....
(Maria da Conceição P. Teles)
Playback de Asa Branca  

26 de jul de 2011

DINÂMICAS PARA O DIA DOS PAIS

10 Sugestões de Dinâmicas para comemorar:

DIA DOS PAIS

MÚSICAS PARA COMEMORAR O DIA DOS PAIS

PAI E FILHO
(Marcelo - rap)

PAI QUERO SER IGUAL A VOCÊ

PAPAI AMIGÃO
(João Collares)
POR QUE VOCÊ NÃO BEIJOU SEU FILHO HOJE
 (Bispo Crivera)
Clic Para baixar Música

 MEU PAI
(Daniel)
Clique aqui para baixar  


PAI - CANÇÃO DE NINAR
(...)
Clique aqui para baixar

PAPAI CAPITÃO
(...) 
 Clique aqui para baixar

PARABÉNS AO PAPAI
(...)
Clique aqui para baixar

ESCOLHA AS ATIVIDADES:

*ALFABETIZAÇÃO

*CRIATIVIDADE

*CARTÃOES

CLIC AQUI PARA FAZER SUA ESCOLHA DAS ATIVIDADES



DIA DO PAPAI
          Gerusa Rodrigues Pinto
Hoje é teu dia
Vamos vestejar
Com muita alegria.
Um beijo vou lhe dar.

Meu paizinho amigo,
cheio de emoção,
Dou-lhe de presente
O meu coração.

Meu papai, meu papai, 
Meu papai querido,
Você é, você é
O meu grande amigo.
 (Melodia Jingle Bells)

23 de jul de 2011


Desenvolvem Percepção Auditiva e Visual, Habilidades motoras, Socialização, Cooperação, Lateralidade;
Idade de 5 anos em diante;

“Estes jogos são ótimos, pois, nos jogos cooperativos existe um processo de interação social: os objetivos são comuns, as ações são compartilhadas e os resultados divididos com todos. Isso faz com que a criança perceba que para atingir um objetivo, depende da ação dos outros membros do grupo, por isso ajudam-se mutuamente, aumentando a produtividade.
Também, tem uma conotação inclusiva, pois, a criança se coloca no lugar do outro, necessitando de ajuda, bem como, fornecendo ajuda. Jogos ótimos que proporcionam muita alegria e satisfação à criançada”.
 

CONDUZIR OS AMIGOS

* Materiais: 3 lenços ou vendas para os olhos e um ursinho de pelúcia;
* Fila de quatro alunos, os 3 primeiros alunos da fila, serão vendados os olhos;
* O último da fila irá criar um código para conduzir a fila até o urso de pelúcia, que estará escondido;
* O código pode ser um toque no ombro (no ombro esquerdo todos vão para a esquerda, ombro direito idem...), o código deverá ser passado da última criança até a primeira da fila.
Obs: os demais alunos assistem os colegas esperando a sua vez para jogar.

CHUTE NO ESCURO

* Materiais: 6 lenços ou vendas para os olhos e 1 bola;
* Formar 2 times de futebol sem goleiros, ou dividir a turma em 3 ou 4 times, com 6 jogadores em cada time;
* Os participantes do jogo formam pares, um ficará com os olhos vendados e será guiado pelo companheiro para que marque gols, os dois deverão andar sempre de mãos dadas;
* O gol só poderá ser marcado pelo aluno que estiver de olhos vendados, assim, a comunicação entre a dupla será muito importante;

EU TENHO – jogo de sala de aula

# Formação cadeiras em círculo;
# Uma criança sem cadeira ficará no meio do círculo para iniciar o jogo. Ela falará o seu nome e alguma coisa que possui, por ex: “Eu me chamo Maria e tenho cabelo preto”.
# Todas as crianças que tem cabelo preto deverão trocar de lugar com um colega. A criança que está em pé deverá sentar em alguma cadeira vazia;
# A criança que ficou sem cadeira vai ao centro do círculo e reinicia o jogo;









Desenvolvem a Percepção Espacial e Temporal, Motricidade Ampla, Socialização e Cooperação;

DANÇA DAS ALMOFADAS
* Crianças de 3 a 5 anos de idade.
* Materiais: 5 ou 6 almofadas, som, CDs;
* Formação: um participante a mais que as almofadas;
* Posicionar as almofadas alinhadas, uma ou lado da outra;
* Ao som de uma música as crianças dançam ao redor das almofadas, quando a música parar todas as crianças deverão sentar-se sobre as almofadas. Quem ficar sem lugar, deverá sentar-se com um colega, compartilhando a mesma almofada;
* A cada rodada retirar uma almofada.
Obs: contar as almofadas, retirar uma e contar quantas ficaram.
 Nesta brincadeira ninguém sai e todos se divertem.
Se sua turma tem muitos alunos divide em grupos para brincar, enquanto uns participam os outros assistem.

BALÃO AO AR

* Materiais: músicas de vários ritmos, balões cheios;
* Formar grupos de 4 alunos, cada grupo de posse de um balão cheio;
* As crianças devem jogar os balões entre os integrantes do grupo acompanhando o ritmo da música;
* Trocar a música constantemente para e observar a movimentação das crianças;
* Depois de brincar um pouco, colocar uma música lenta, propor aos grupos que fiquem o máximo que possam com o balão no ar, para marcar o tempo, as crianças deverão contar em voz alta a quantidade de vezes que os participantes tocam no balão.

11 de jul de 2011

JORNAULA – BRINCADEIRAS COM JORNAL


MOVIMENTOS NATURAIS – Manipulativos
Formação:
Dispersos em um espaço previamente delimitado (salão);
Desenvolvimento:
Cada participante receberá uma folha de jornal. Realizar movimentos em grupos e individuais, seguindo a proposta verbal do recreador.

  1.  Caminhar livremente no espaço com a folha aberta na palma da mão;
  2.  Caminhar por todo o espaço com a folha no braço, elevando e abaixando o braço sem deixar a folha cair, repetir com o outro braço;
  3.  Agora no ante-braço, repetindo  a atividade anterior;
  4.  Equilibrar a folha na cabeça andar, bem devagar;
  5.  Correr com a folha no peito;
  6.  Caminhar em quatro apoios, com a folha nas costas;
  7.  Com a folha na coxa saltar num pé só, idem na outra coxa;
  8.  Equilibrar a folha em um dos pés, idem com o outro;
  9.  Sacudir a folha de jornal sem fazer ruídos, logo após produzir barulho sacudindo a folha;
  10. Todos serão Super Heróis – transformar a folha em capa e ‘voar’ pelo salão;
  11. Todos serão piratas – fazer uma luneta com o jornal enrolado (canudo) – sair pela sala navegando e olhando através da luneta;

  1. Após realizar diferentes movimentos com a folha em diversas partes do corpo, passar para a 2ª parte: amassar a folha de jornal, transformando em uma bolinha;
  2. Jogar a bola de jornal para qualquer direção;
  3. Lançar para cima e pegá-la após uma palma, seguir assim até 5 palmas;
  4. Bater na bola como se fosse uma peteca, uma batida forte e uma devagar, fazer várias combinações;
  5. Lançar para cima, dar uma cabeçada e depois tornar a pegar;
  6. Lançar para cima deixar bater no peito e depois pegar; Idem com a coxa e o pé;
  7. Lançar para cima girar e pegar novamente; Idem, sentado, deitado;
  8. Lançar para cima, sentar e levantar antes de pegar;
  9. Caminhar contornando a bola entre os membros inferiores; Idem, na cintura, na cabeça;
  10. Em duplas trocar passes com o parceiro, ir afastando do companheiro a cada passe;
  11. Ao sinal trocar de parceiro;
  12. Depois em trios, quartetos e grupos maiores;
  13. Após toda essa movimentação, em um passe de ‘mágica’ transformar o local em um grande banheiro, onde todos tomarão um gostoso ‘banho’.
Brincar de tomar banho:
- A bola será o sabonete;
- Relembrar todas as partes do corpo trabalhada, na hora do banho;
- Reforçar a importância dos cuidados com o nosso corpo;
- Ao lavar as costas, o colega poderá ajudar a esfregar;
- Após o banho, secar-se – abrir com cuidado a folha de jornal que será a toalha.





10 de jul de 2011

EU ENTREI NA RODA
OBJETIVOS: Trabalhar a socialização, atitude e o controle motor;
Formação em círculo de mãos dadas;



[Refrão]
{Ah! Eu entrei na roda
Para ver como se dança.} 4 passos p/frente
{Eu entrei na contra-dança
Eu não sei dançar.} 4 passos p/trás

Lá vai uma lá vão duas
{Lá vão três pela terceira
Lá vai indo meu benzinho} gira a roda
De vapor pra cachoeira.
[Refrão]
...
Todo mundo se admira
{Da macaca fazer renda
Eu já vi uma perua} gira a roda
Ser caixeira de uma venda.
[Refrão]
...
Sete e sete são quatorze
 {Três vezes sete vinte e um
Tenho sete namorados} gira a roda
Mas não gosto de nenhum.

LÁ VEM O SEU NOÉ
OBJETIVOS: Trabalhar a expressão corporal socialização e criatividade.
* Ao entoar a canção fazer movimentos que combinem com a letra. Formar um batalhão
de animais comandados pelo Noé, que dará ordens como: de pé, pulando, abanando, coçando a cabeça, mão na cintura, braços erguidos, etc;



[Letra]
 Lá vem o seu Noé
Comandando um batalhão
E o macaco vem sentado
Na corcunda do leão.

O gato faz miau, miau, miau
O cachorro faz au, au, au au au
O peru faz glu-glu
O carneiro faz me, me
E o galo garnisé
Faz que ré qué qué qué qué.

ANQUINHAS
OBJETIVOS: Desenvolver a atenção, afetividade e socialização;
Formação em círculo, com um participante no centro, que representa a Maria.



[Letra]
A moda das tais anquinhas
É uma moda muito engraçada
{Que pondo o joelho em terra    Roda gira, Maria faz  gestos
Faz a gente ficar pasmada.}       de acordo com a música

{Maria sacode a saia                Bater palmas
Maria levanta o braço              Maria faz os gestos
Maria tem dó de mim                e por fim ela abraça
Oh! Maria me dá um abraço!} um colega que a substituirá


BEXIGAULA - BRINCADEIRAS COM BALÃO

MOVIMENTOS NATURAIS – Manipulativos
Formação:
Dispersos em um espaço previamente delimitado (salão);
Desenvolvimento:
Cada participante de posse de um balão – encher o seu balão;
Ao som da trilha sonora do filme “Carruagem de Fogo”, os participantes deverão executar os comandos do recreador;

Algumas sugestões:
  1.  Caminhar livremente pela sala, brincar com o balão;
  2.  Caminhar com o balão na palma da mão; antebraço; ombro;
  3.  Equilibrar o balão na cabeça; cabecear o balão bem alto e depois bem pertinho da cabeça; cabecear com o corpo bem estendido e depois agachado;
  4.  Equilibrar o balão no peito e depois nas costas;
  5.  Manter o balão em elevação com as coxas, joelhos e pés;
  6.  Em duplas, jogar os balões livremente;
  7.  Após um sinal do recreador, trocar de par;
  8.   Após uma ‘mágica’ do recreador todos serão ‘atletas’; Todos são ‘corredores’;
  9.  Encenar uma largada, a corrida em si: movimentando os braços e pernas, tronco, etc; a chegada comemorar a vitória;
  10. O ‘revezamento’ – trocar de balões com os demais participantes;
  11. Outra “mágica”, todos serão jogadores de basquete: o drible – realizar o movimento simbólico; arremesso a cesta – repetir varias vezes; trocar de passes com os participantes; as fintas – passar o balão por entre as pernas, circundando a cintura, pela cabeça;
  12. Nova “mágica”, todos serão jogadores de voleibol: o toque, a manchete, a cortada e o bloqueio;
  13. Mais uma “mágica” e todos serão jogadores de futebol: embaixadinhas, cabeceios, controle com o pé, coxa, joelho, peito;
  14.  
Alongamento e respiração: ao som “Como uma Onda no Mar”, fazer movimentos calmos de respiração e alongamento.


Relaxamento: os participantes escolhem uma posição bem confortável e atentem as solicitações verbais do recreador, no sentido de relaxar o corpo. 



;;