27 de jun de 2011


DONA ARANHA

* Formação: dispersos em um local determinado pelo professor, de preferência perto de uma parede, para seguir os movimentos da canção;
* Desenvolvimento: os movimentos serão produzidos mediante a letra da canção;
* Letra:
A dona aranha subiu pela parede
Veio a chuva forte e a derrubou
A chuva já passou e o sol já vem surgindo
E a dona aranha continua a subir.

A dona aranha subiu pela parede
Veio a chuva forte e a derrubou
Ela é teimosa e desobediente
Sobe, sobe, sobe e nunca está contente.

ROSA AMARELA

* Formação: dispersos em círculo;
* Desenvolvimento: a canção já dita o que fazer, ao cantar o refrão, dar passos de “ciranda” erguendo os braços pra cima;
* Letra:
Olha a rosa amarela tão teimosa e tão bela
Olha a rosa amarela tão teimosa e tão bela.

[Refrão]
[ Iaiá meu lenço pra me enchugar
Esta despedida já me fez chorar] 2x


JACARÉ POIÔ

* Formação: círculo, segurar a cintura ou o ombro do colega da frente;
* Desenvolvimento: os participantes baterão o pé mais próximo do centro do círculo, quando canta ‘jacaré poiô’;
* Letra:
[ Eu sou, eu sou, eu sou
Eu sou o jacaré Poiô.] 2x

[ Balança o rabo jacaré
Balança o rabo jacaré Poiô.] 2x


DONA FORMIGUINHA

* Formação: círculo;
* Desenvolvimento: os participantes, a cada passo, balançarão seus corpos de um lado para o outro, conforme a letra da canção. Ao “encher o seu porão’, os participantes despejarão seus “sacos de ...” para o lado de dentro do círculo;
* Variação: dois círculos, um gira para um lado e  vice-versa, a cada rodada: movimento de carregar um saco leve e  depois um pesado;

* Letra:
Um, dois, três, sacos de farinha
Quatro, cinco, seis, sacos de feijão
Trabalhando dona formiguinha
Vai enchendo aos poucos seu porão.   

19 de jun de 2011


ATIVIDADES DE EQUILÍBRIO PRÓPRIO 
Equilíbrio próprio é o equilíbrio em relação ao seu próprio centro de gravidade.

TAREFAS:
 * Permanecer imóvel, sobre o banco, de olhos fechados, primeiro com os dois pés e depois com apenas um pé;
* Permanecer imóvel na posição de avião (braços esticados na lateral do corpo, com um pé de apoio e o outro erguido para trás), ficar por 10segundos, sobre o banco;
* Deslocar-se na ponta dos pés pra frente, pra trás e para os lados sobre o banco;
* Pular corda sobre o banco;
* Deslocar-se sobre o banco conduzindo uma bola com os pés;

ATIVIDADES DE EQUILÍBRIO EXTERIOR
Equilíbrio exterior é equilibrar objetos com o corpo ou o equilíbrio das extremidades do corpo.

TAREFAS:
* Equilibrar, estando parado em cima do banco, saquinho de areia ou bastões, sobre a cabeça, ombro e membros, de diversas formas – deixe que as crianças criem formas diferentes de equilibrar;
* Idem a tarefa a cima, agora em movimento;
* Sentado ou deitado equilibrar objetos sobre uma parte do corpo ou membros;
* Deslocar-se de acordo com determinado ritmo, equilibrando algum objeto;

EXERCÍCIOS DE PERCEPÇÃO ESPACIAL


EXERCÍCIOS QUE TRABALHAM NOÇÕES: EM FRENTE-ATRÁS /
EM CIMA-EMBAIXO / DIREITA-ESQUERDA

# O professor pede aos alunos para fazerem mímicas com a mão que executam certas atividades do dia a dia tais como: comer, pentear-se, desenhar, cumprimentar, etc.

# O professor e os alunos com um objeto na mão. O professor em frente aos alunos começa a posicionar o objeto, verbalizando onde o coloca, ex: embaixo, em cima, do lado, do outro lado. Os alunos devem posicionar o objeto e repetir a palavra. VARIAÇÃO: mesmo exercício sem nomear o posicionamento para que a criança o copie e nomeie, e ainda, o professor da a instrução sem executá-la, para que a criança a execute.

# O professor desenha um quadrado no chão, para cada criança se posiciona dentro, o professor dá instruções como pular para um lado (direita), para o outro lado (esquerda), pular para frente, par trás. VARIAÇÃO: designar uma senha a cada movimento, ex: 1dedo pular para frente, 2 dedos para trás, etc, ou ainda, dar duas instruções seguidas.

# Pendurar um tabuleiro (uma tábua ou um pano) na parede, o aluno deverá arremessar uma bola seguindo a ordem do professor, ex: jogue em cima, embaixo, do lado, etc.

# Em uma folha A4 a criança deverá desenhar seguindo as orientações do professor, ex: desenhar uma casa embaixo à esquerda da folha, um sol em cima à direita, uma árvore do lado da casa, uma flor na frente da casa, etc.

# Em folha A4 fazer riscos da esquerda para a direita, do centro para a direita, do centro para cima e do centro para baixo.    


 PERCEPÇÃO ESPACIAL

Considerando, que a noção de espaço não é inata, e sim vai sendo elaborada e construída por meio da ação e do movimento, tendo como base a interpretação de uma infinidade de informações recebidas por todos os sentidos. O profissional da educação, que trabalha com criança pequena, deverá proporcionar-lhe atividades, jogos e brincadeiras para desenvolver a percepção espacial. Pois, deste modo estará preparando a criança para a alfabetização, assim como, fornecendo-lhe habilidades para que tenha sucesso na aprendizagem escolar.

A percepção espacial integra três aspectos: a orientação espacial, a organização espacial e a estruturação espacial.
Veremos, as áreas que cada uma delas refere-se:

Orientação espacial – refere-se à possibilidade de determinar a posição de um objeto no espaço, com referência a conceitos como os pontos cardeais, a verticalidade e a horizontalidade.
* Causas da dificuldade na orientação: confusão com letras e números com grafias similares, exemplo: b-d, p-q, 6-9, 3-5. Também, problemas em reconhecer direita e esquerda.

Organização espacial – refere-se à maneira como são estabelecidas as relações espaciais, temporais ou espaço-temporais entre elementos que são independentes.
* Causas da dificuldade na organização: problemas de ordenamento das letras para formar uma palavra ou no caso dos números.

Estruturação espacial – refere-se à possibilidade de estabelecer relações entre elementos para formar um todo.
* Causas na dificuldade na estruturação: problemas em separar palavras (percebe-se na alfabetização em separar as palavras escritas em caixa alta, ex: CASABONITA.), e mais, na concordância de gênero, número e conjugação.
Obs: a lateralidade e a direcionalidade encontram-se muito relacionadas com a estruturação espacial.
 Professora Carminha♥

17 de jun de 2011

10 RECEITAS JUNINAS PARA IMPRIMIR

* DOCE DE LEITE DE COLHER
* DOCE DE LEITE PARA CORTAR
* PIPOCA
* BOLO DE FUBÁ COZIDO
* QUENTÃO PAULISTA
* PAÇOCA TRADICIONAL
* QUENTÃO DE MORANGO
* PAÇOCA PARA CORTAR
* PÉ-DE-MOLEQUE
* COCADA




 Organizar as brincadeiras em forma de barraquinhas.

BARRACA DA PESCARIA
 Modelos


* Material: peixinhos de papel cartão, caixa com areia, vara de pescar,
 prêmios (brinquedos para balão surpresa);
* Colar em cada peixinho o nome de um prêmio;
* A criança deverá pescar o seu prêmio;

BOLA NA LATA

# Material: 6 latas de leite em pó, forrar com EVA nas cores primárias,
3 bolas de meia ou bolas pequenas de borracha;
# Armar as latas – na 1ª fila 3 latas, 2ª fila 2latas e 3ª fila 1 lata (empilhar
as latas);
# Cada criança tem o direito de jogar 3 vezes nas latas, quem conseguir
derrubar todas as latas ganha uma prenda (um pé-de-moleque);

BOCA DO CAIPIRA


* Material: confeccionar com antecedência o caipira (ver modelo),
 bola pequena que passe com facilidade pela boca do caipira;
* As crianças jogam a bola na boca do caipira, dar 3 a 5 chances;
* A criança que acertas na boca do caipira, ganha um pirulito;

ARGOLA NA CAIXA DE FÓSFORO

Agora vamos fazer uma retrospectiva!
Quem foi criança ou adolescente nos anos 80, deve lembrar dos
 Parques de Diversões, que visitavam as cidades, com suas rodas gigantes
e muito mais...
Pois, no parque tinha uma barraquinha de acertar argolas para conseguir
 um prêmio, pagava-se para jogar, mas era muito divertido.
O jogador de posse de 3 argolas para jogar, conseguindo enlaçar uma
caixinha com a argola, ele tinha o direito a um prêmio.
Então a brincadeira da argola consiste na descrição a cima e o prêmio
 poderá ser um saquinho de pipocas;

Gente, realizei estas brincadeiras com as crianças do 1º Ano. 
Elas adoraram!!!!
A minha aula de Educação Física, foi o máximo!!!!!!!!

 FESTA JUNINA COM JOGOS NO PÁTIO, VER MAIS NO LINK ABAIXO
Dois Jogos Juninos muito legais

MAIS BRINCADEIRAS NO LINK ABAIXO:
Três Brincadeiras com lenço  

BRINCADEIRAS CANTADAS NO LINK ABAIXO:
Rodas Cantadas 

12 de jun de 2011


QUEBRA CANELA DE SÃO JOÃO

* Formação em círculo com todos os alunos;
* A professora ficará no centro com uma corda longa nas mãos , girando-a
 com velocidade no sentido horário, igual ao ponteiro do relógio, depois no
 sentido anti-horário;
* À medida que a corda passar por baixo dos pés dos alunos, eles deverão
 saltar; o aluno que for tocado pela corda sai temporariamente do jogo;
OBS: neste jogo a professora poderá usar a música GIRA, GIRA SÃO JOÃO.


CAIPIRA ALVO HUMANO

# Formar um circulo grande com os alunos, que deverão ficar em pé;
# Por meio de sorteio, um deles será deslocado para o centro;
# A professora entregará a um aluno do circulo uma bola leve, este,
 ao sinal, tentará acertar o jogador que está no centro do círculo, que
ficará se desviando da bola o maior tempo possível;
 # Quando um aluno acertar o aluno do centro trocará de lugar com ele;


SÃO JOÃO COLA

* Os alunos ficarão soltos na quadra ou no pátio;
* Um aluno será o São João, (o cola);
* O São João (cola), correrá atrás dos colegas para cola-los
 quem ele encostar a mão ficará imóvel até ser salvo por um
colega que não está colado;
* Os alunos que não estiverem colados, poderão salvar os demais
 tocando-os;
* Quem for colado 3x, sai da brincadeira e espera até começar
novamente com outro São João colador;

ROUBO DO CHAPÉU DOS CAIPIRAS

# Material: chapéus de jornal confeccionado pelo professor
 com antecedência;
# Alunos espalhados pelo pátio ou quadra, cada aluno de posse
 de um chapéu na cabeça;
# Ao sinal, cada aluno deverá defender o seu chapéu para não
 ser roubado e tentar roubar o chapéu dos outros;
# Ao final da brincadeira contar os chapéus que cada um conseguiu;

DOIS CAIPIRAS É BOM, TRÊS É DEMAIS

* Alunos em duplas dispersos pelo espaço delimitado sem deslocar-se;
* Dois alunos ficarão separados a: um será o pegador e o outro o fugitivo;
* Ao sinal, o fugitivo correrá e, para não ser pego deverá segurar a mão
de um colega cujo o parceiro lhe cederá o lugar, pois não é permitido ficar
em 3. O aluno que ficou sozinho fugirá do perseguidor, pegando outro
 parceiro. Se o fugitivo for pego, passará a ser o pegador e vice-versa.


JOGOS JUNINOS DE SALA DE AULA


O CAIPIRA PISCA-PISCA
 (Desenvolve a percepção visual)

* Dois grupos devem formar círculos concêntricos, com número igual
de alunos:
CÍRCULO EXTERNO: alunos em pé
CÍRCULO INTERNO: alunos sentados em cadeiras
* Todos voltados com a frente para o centro do círculo, um grupo ficará
 separado do outro na distancia de 30cm, um aluno ficará sem par e
representa o pisca-pisca;
* Ao sinal, o pisca-pisca, pisca um olho a um dos colegas do círculo interno,
 chamando-o para ser seu parceiro, o aluno do círculo externo tentará
 evitar a fuga do seu par tocando-o, aquele que não conseguir, ficará impar e,
portanto, será o novo pisca-pisca;
* Todos os alunos devem vivenciar o jogo, tanto no círculo interno quanto
externo;

CORRIDA DO NÓ DE SÃO JOÃO
 (Desenvolve Lateralidade / Motricidade Fina)

# Organizar os alunos em duas colunas com números iguais, todos
sentados, entregar um lenço ao último aluno de cada coluna;
# Ao sinal da professora, esse aluno atará o lenço no braço esquerdo
 do colega à sua frente, este, por sua vez, desatará o nó com a mão direita
 e o atará da mesma maneira no braço esquerdo do colega da frente e
 assim sucessivamente até o primeiro levantar o seu braço esquerdo com o
 lenço atado;
# Será vencedora a coluna que terminar primeiro;

O CAIPIRA ROBÔ SEM DIREÇÃO
(Desenvolve Freio inibitório)- sala de aula ou pátio

% Em duplas, um será o robô caipira e o outro o guia. Toda vez que o
 guia tocar uma parte do corpo do caipira, este fará um movimento.
O caipira só anda em linha reta e o guia orienta seu caminho, mudando
a direção conforme o lado que for tocado. A professora poderá dificultar,
 colocando obstáculos, variando a velocidade ou ainda colocando 2 caipiras
 para cada guia.  

10 de jun de 2011

DESENVOLVE O ESQUEMA CORPORAL:


DESENVOLVE A PERCEPÇÃO TEMPORAL:


DESENVOLVE A LINGUAGEM VERBAL 
E A IMAGINAÇÃO:

DESENVOLVE A MOTRICIDADE AMPLA:






DESENVOLVE VALORES:


 

LETRAS DAS MÚSICAS:

Capelinha de Melão
Pula a Fogueira
Sonho de Papel
Santo Antônio e o Matrimônio
Vai abóbora, Vai melão
São João Festa Boa
Cai, Cai, Balão

4 de jun de 2011


PERCEPÇÃO FIGURA-FUNDO

              É a capacidade que temos de percebermos entre diversos objetos apenas aquele que nos interessa. Ou seja, capacidade para diferenciar o essencial do periférico com a finalidade de focar a atenção num estimulo concreto. É importante compreendermos que só percebemos com clareza as coisas que nos chamam a atenção.
              Sendo assim, entendemos que o cérebro seleciona, entre a massa de estímulos que recebe, um número limitado e os transforma no seu centro de atenção. Por exemplo, uma criança que está agarrando uma bola tem sua atenção fixada nela; isso é a “figura” que ela percebe, enquanto que, o que fica atrás em seu campo visual, o fundo, não é o foco da sua atenção sendo percebido superficialmente.
              Então, para que um objeto seja percebido com exatidão, deve ser visualizado em relação a seu fundo. Observa-se que, as crianças com dificuldade de diferenciação figura-fundo costumam ser desatentas e desorganizadas, pois, para elas, é difícil focar a atenção só no que é relevante, dificultando assim a sua aprendizagem.
              No entanto, atividades, jogos e brincadeiras que proporcionam o desenvolvimento da percepção figura-fundo, auxiliam a criança no período da alfabetização. Pois, ela necessita desenvolver essa habilidade para distinguir as formas dos sinais gráficos, bem como, a capacidade de se concentrar e se organizar para obter sucesso na aprendizagem.        
             
TAREFAS:
* Mostrar um objeto de madeira, por exemplo, e pedir que os alunos mostrem na sala tudo o que for de madeira;
* Procurar um botão quadrado no meio de botões redondos;

Professora Carminha
             




FREIO INIBITÓRIO

              Para uma criança interromper um movimento de subto é difícil, porém esse controle muscular é indispensável para, futuramente, facilitar a sua caligrafia e a concentração necessária à aprendizagem escolar.
              Portanto, é de fundamental importância proporcionar à criança no período pré-escolar jogos, brincadeiras e atividades que desenvolvam o freio inibitório.
              Observa-se, que as atividades que proporcionam com que as crianças parem seus movimentos bruscamente, ou exigem de controle motor para serem realizados, desenvolvem o freio inibitório.

TAREFAS:
* Abrir e fechar portas;
* Caminhar com uma sineta na mão sem deixar ela tocar;
* Caminhar com um livro na cabeça;
* Correr ao sinal combinado parar;
* Brincadeiras de virar estátua;
* Sentar-se e levantar-se;
* Brincadeira morto-vivo;
* Jogo, dança da cadeira;  

Professora Carminha

3 de jun de 2011

Essas atividades ajudam a desenvolver a:

Alfabetização 
Artes
Aritmética
Criatividade
  Motricidade Fina 
Percepção Visual
Valores 
Mais sobre Meio Ambiente no link abaixo:
Atividades Anos Iniciais no link abaixo:
Atividades para Baixar Anos Iniciais  

2 de jun de 2011


Confeccionar árvores frutíferas.
Desenvolve motricidade fina e criatividade.
 Trabalho realizado por alunos com 
deficiência intelectual e PC da Classe
Especial.
 - Material:
1 canudinho de papel higiênico
2 folhas de jornal, sendo que, uma delas deve ser amassada formando uma bola. Depois envolver essa bola com a outra folha de jornal, e com a parte que fica sobrando, apenas amasse-a e dobre ao meio fazendo com que a sua extremidade fique junto da bola, formando um tipo de “cabo” que segura uma bola, e que deve ser introduzido no canudinho de papel higiênico.
1 retângulo de papelão 12x8 cm
Papel crepom nas cores: Tonalidades de verde, vermelho e alaranjado (as cores representam as frutas).
Tinta guache nas cores: Preta + vermelha= marrom; Azul+amarelo= verde. A professara a mistura das tintas para trabalhar as cores primárias e as cores neutras.(ver: PSICOMOTRICIDADE / ARTES / ARITMÉTICA - com discos de papelão)



JOGO DO POMAR – Em sala de aula.
Trabalha: Percepção auditiva e espacial, memória, atenção.

* Formação: Dividir a turma em duas colunas frente a frente sentados nas cadeiras com distância média de 2m entre as duas colunas.
* A professora distribui o nome de árvores frutíferas entre os alunos das duas colunas. Exemplo: 4 crianças são macieiras, 4 crianças são abacateiros, laranjeiras etc.
* Importante: A professora deve usar nomes de árvores frutíferas de sua região sem esquecer de explicar o que é um pomar.
Brincar:
*A professora começa o jogo dizendo o nome de uma árvore frutífera, as crianças que representam esta árvore deverão trocar de lugar e a professora procura ocupar o lugar vago, quem ficar sem lugar pode continuar a brincadeira e será esta a próxima a dizer o nome de outra árvore ou dizer POMAR.
* Caso a criança disser POMAR, todos deverão trocar de lugar.

VARIAÇÃO:
* Podemos jogar eliminando o jogador que ficar sem lugar para sentar, retirando uma cadeira a cada jogada e ganham o jogo os dois últimos jogadores.
* Podemos com este jogo explorar: FAUNA (nome de animais), JARDIM (nome de flores).

Mais sobre o Meio Ambiente no link abaixo: 
Dia Mundial do Meio Ambiente - Atividade

;;